Just in Time

Archive for the ‘Filmes’ Category

 

“- Nós somos pessoas substitutas.
– Você não merece ser substituta de ninguém.
Você merece um cara que te diga: Eu não consigo imaginar meu mundo sem você!”

 

Recebi esse meme da Poetriz me pedindo para postar uma citação de um filme que tenha me marcado. De imediato pensei no “Before Sunset” que eu adoro e dá nome ao meu amado blog, mas como o fragmento que mais gosto desse filme eu já postei aqui optei por “Tudo acontece em Elizabethtown” que é um filme encantador que retrata quão sábio é aquele que dribla o fracasso e aprende a dar a volta por cima em meio à dificuldades.

Quem gostar da idéia sinta-se a vontade pra fazer o meme.

Beijos queridos =*

Anúncios

Enquanto eles atravessam todas as águas do mundo para te ver, eu vejo tudo da outra margem. A margem distante. Contorno da saudade. Limite do tempo, do corpo, das mãos. Olha amor, vê como eles mergulham fundo e vão mais longe pra te ver. Só trago comigo a certeza de que o tempo sempre muda, os ventos sempre transitam e um dia desses você vai ter que voltar. Vai cair em si e ver que a sua próxima terra firme já é um território meu. Mas até lá o amor já terá me dado tantos caldos que eu estarei te esperando, exausto, com o pé na beirinha d’água, jogando pedrinhas que nem ferem mais o mar.

Nos filmes, temos a atriz principal e a melhor amiga.

Você, lhe asseguro, é uma atriz principal, mas por alguma razão, está se comportando como a melhor amiga.

Pare de agir assim!

Você não é a melhor amiga da atriz principal…você é a atriz principal! 

Anoiteceu, e então eu percebi que isso é uma ilusão, porque o sol está ou acima do horizonte ou abaixo dele. O que significa que o dia e a noite estão ligados de tal forma como poucas coisas são. Não há um sem o outro, mas eles não podem existir ao mesmo tempo. Como é se sentir assim, estando sempre juntos nas lembranças.. sempre juntos, mas eternamente separados?
 

Porque precisamos de uma testemunha pra nossa vida. Há um bilhão de pessoas no mundo, que importância tem a vida de cada pessoa na verdade? Mas no casamento você promete se importar com tudo. As coisas boas, as coisas ruins, as coisas terríveis, as coisas comuns, com tudo, sempre, todos os dias. Você diz: A sua vida não vai passar sem ser notada pq eu estarei lá pra notar. Sua vida não ficará sem testemunhas, porque eu serei sua testemunha.
– Filme: Dança comigo

Eu sei que você não é perfeito o tempo todo. Eu sei que você tem seus problemas, defeitos, imperfeições… mas quem não tem? Acontece que eu prefiro seus problemas. Estou apaixonada pelas suas imperfeições, suas imperfeições são maravilhosas! Eu sei que a maioria das garotas cairiam de joelhos por uma cara lindo. Você sabe, isso é tudo o que elas vêem, é tudo o que elas querem… Mas eu não sou desse tipo de garota. Eu não vejo apenas a beleza. Minha queda é por outra coisa. Eu me apaixono pelo que não é perfeito, assim como eu.

Before Sunsire

‘A razão de machucar tanto essa separação é porque nossas almas são conectadas. Talvez sempre foram e sempre serão. Talvez nós tenhamos vivido mil vidas antes desta e em cada uma delas nós nos encontramos. E talvez em cada uma delas, nós fomos forçados a nos distanciar pelas mesmas razões. Isso significa que este adeus é um adeus pelos mil anos passados e um prelude do que virá. Quando eu olho para você, eu vejo sua beleza e graça e eu sei que ela aumentou a cada vida que você viveu. E eu sei que eu gastei cada vida antes dessa procurando por você. Não alguém como você, mas você. Porque nossas almas sempre devem estar juntas. E por alguma razão que nós desconhecemos, fomos forçados a dizer adeus. E eu posso te dizer que o tudo estará trabalhando por nós, e eu prometo e farei de tudo para me certificar disso. Mas se nós não nos encontrarmos mais e esse for verdadeiramente um adeus, eu sei que nós nos veremos outra vez em uma outra vida. Eu sei que nós nos encontraremos em outra vida. Nós vamos nos ver de novo, e talvez as estrelas tenham mudado, e nós nos amaremos não só por essa vida, e sim por essa e todas as outras que vivemos antes.’
  
– The Notebook