Just in Time

Archive for maio 2010

Hoje me vejo procurando um novo caminho e sei que será longa a estrada. Até encontrar quem perceba que a minha urgência nada mais é do que a urgência de ter calma. Até encontrar quem realmente me veja.

– Cristina Guerra

Espero que após sua recaída infernal, você tenha tomado algum juízo além de vinho e veneno…
E tomara que toda essa extravagância não tenha atacado a sua gastrite.
Confesso que fiquei surpresa ao abrir a caixa do correio e ver uma carta com seu nome no remetente.
Aqui é verão, o calor aquece tudo à sua volta, inclusive meu coração.
Estou voando feito borboleta, as cores do arco-íris embelezam minhas tardes.
O céu tem um azul celeste divino, suas estrelas iluminam meus pensamentos e sobre a luz da lua brindo à vida.
Ah, quanto ao seu pedido…
Ficarei olhando para o céu de cetim, onde muitas vezes mergulhei entre as nuvens de gelo…
Pode ter certeza, faço isso sempre.
Foi dessa forma que redescobri o segredo de ser feliz independente de qualquer dor ou desamor.
Meus lábios costumam abrir um sorriso todas as manhãs e ao anoitecer eu danço com as estrelas…
Não pense que foi fácil.
Mas resisti à tudo e hoje.
Resisto e existo sem você…
Não, eu não estou sendo fria, irônica ou insensível.
É que hoje em dia meu coração escuta a voz da razão.
É Bem…
Você ficou muito tempo do outro lado do mundo.
Enquanto eu criava histórias e melodias, você partia.
Aos trancos eu me acostumei
A saudade eu já matei
O que resta são lembranças de um tempo que não volta.
E quanto ao pedido de perdão
Acalme sua alma.
Eu não tenho o poder de absolver ninguém.
Mas, sinta-se perdoado, se é este seu desejo…
E voe feito pássaro, para longe…

– Ju Fuzetto

Mas não vou ceder. Foi a última paixão. Paixão é o que dá sentido à vida. E foi a última. Tenho certeza absoluta disso. Agora me tornarei uma pessoa daquelas que se cuidam para não se envolver. Já tenho um passado, tenho tanta história. Meu coração está ardido de meias-solas. Sei um pouco das coisas? Acho que sim. Tive tanta taquicardia hoje. Estou por aí, agora. Penso nele, sim, penso nele. Mas não vou ceder. Certo, certo: ninguém tem obrigação de satisfazer ao teu desejo, pela simples razão de que você supõe que teu desejo seja absoluto. Foda-se seu desejo, ora. Me dói não ter podido mostrar minha face. Me dói ter passado tanto tempo atento a ele — quando ele nunca ficou atento a mim. E eu passei tanta coisa dura. Rita Lee canta “são coisas da vida…”

– Caio Fernando Abreu

Tem dias que são o seu pai, Francisco. Amanhece, o sol lá fora diz o nome dele, o silêncio do sábado chora a sua ausência. E de repente tudo o que era alegria vira um buraco. Tem dia que tudo o que andei se desfaz. E volta uma tristeza aguda, a maior do mundo. Em dias como esses, só você faz sentido. Porque você é a continuação da nossa história. Tem dia que o sol pode brilhar lindo lá fora, mas é um brilho triste. Tem dia que nem chove, mas é dia de choro. Mas tem sempre um outro dia, filho. Foi você quem me ensinou isso.

– Cristina Guerra

Ps: Sou fã dessa mulher! Quem nunca visitou o blog dela ta perdendo tempo: parafrancisco.blogspot.com