Just in Time

Noites sem estrelas

Posted on: setembro 9, 2008

Te desejo as noites sem sono
Os olhos inchados de tanto chorar
Te desejo o abraço do abandono
Um nó na garganta a te sufocar
A te desesperar
A te humilhar

Te desejo o amargo na boca
Em cada palavra que sai do teu peito
Que a minha aflição seja pouca
Perto da que tu tens direito
Te desejo o frio no leito
Só assim me deleito

Te desejo a falta de assunto
Que ninguém sussurre nos ouvidos teus
E que todos os lábios no mundo
Só sirvam pra te dizer adeus
A não ser que sejam meus
A não ser que sejam meus

– Felipe Simpatia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: